Para ver jardins

estou a plantar florinhas nas cavidades
dos olhos para não ver mais para ver jardins

Valter Hugo Mãe (Publicação da mortalidade)

Primeiro azul do ano…

Primeiro azul 2019

“As coisas tangíveis
tornam-se insensíveis
à palma da mão.
 
Mas as coisas findas,
muito mais que lindas,
essas ficarão.”

Palavras | Carlos Drummond de Andrade